VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Blog do Ávila

Tem até empresa de Piracicaba (SP) interessada na licitação dos ônibus

Empresa vencedora será conhecida no próximo dia 11 de dezembro.

Em três semanas, Novo Hamburgo saberá qual empresa ou consórcio vai explorar o transporte coletivo urbano do Município. A licitação dos ônibus, aberta no início de outubro, era para estar definida até o dia 31 do mês passado, mas foi prorrogada até 11 de dezembro, quando então os envelopes serão abertos.

Além das empresas que já prestam o serviço na cidade (Hamburguesa, Futura, Courocap e Feitoria), outras três já fizeram visitas técnicas, uma dela de Piracicaba, interior de São Paulo. O novo sistema deve estar implementado no primeiro semestre de 2018.

Relembrando alguns aspectos do edital: dentro das linhas circulares de bairro haverá passagem integrada. No deslocamento entre bairros, o segundo trecho terá tarifa reduzida em 50%, conforme estabelecido pela Prefeitura.

Também está previsto que a frota deve ter, pelo menos, 15% de ônibus novos e com ar-condicionado. O preço máximo da passagem está estipulado em R$ 3,74. Hoje é R$ 3,40, e as empresas que prestam o serviço já pediram R$ 4,68.

Apuração paralela já indicava vitória de Martin Cesar Kalkmann; Marli admitiu derrota

Candidato da coligação Por Ivoti e apoiado pela prefeita afastada Maria de Lourdes venceu com 51% dos votos válidos.

Fábio Radke/Fábio Radke/GES-Especial
Apuração paralela já indicava vitória de Martin
Às 17h25, a apuração paralela (soma dos boletins das urnas) das eleições suplementares em Ivoti já apontava a vitória do candidato Martin Cesar Kalkmann, da coligação "Por Ivoti" (PP+PSB+PSD) na disputa pela prefeitura de Ivoti. Kalkmann, candidato apoiado pela prefeita afastada Maria de Lourdes, chegou ao comitê comemorando no fim da tarde deste domingo (19) antes mesmo da divulgação do resultado oficial da apuração. Maria de Lourdes também comemorou e acompanhou Martin na carreata: "Justiça de Deus não falha", declarou. 

Veja a apuração oficial do TSE

A candidata da coligação "Paz por Ivoti - Juntos somos mais fortes" (PMDB/DEM), Marli Heinle Gehm, chegou ao seu comitê pedindo à equipe que não ficasse triste. "A gente fez o que tinha que fazer", disse. "Pelo que vi durante a campanha, pensei que poderia chegar à vitória, mas a gente só pode contar com o voto depois da urna apurada", afirmou. Marli disse que segue trabalhando como vereadora e que acredita no trabalho de Martin, com quem sempre teve bom relacionamento. 

O terceiro candidato foi Edio Vogel, da coligação "Fazer mais, fazer para todos" (PT/PDT). Ele afirmou que fez uma boa campanha, mas que isso não se refletiu no resultado, e que o partido seguirá, agora, fiscalizando a administração.

Empresas de ônibus querem passagem a R$ 4,68 em Novo Hamburgo

Pedido já foi feito à Secretaria de Desenvolvimento Urbano. Índice é de 37,64%, quando o INPC dos últimos meses acumula apenas 1,83%..

A menos de um mês da abertura dos envelopes da licitação dos ônibus, as empresas que prestam o serviço em Novo Hamburgo protocolaram na Prefeitura pedido de reajuste nas tarifas. Surpreende o índice: incríveis 37,64%, quando o INPC está abaixo dos 2%. Pelo pedido, o valor da passagem saltaria dos atuais R$ 3,40 para R$ 4,68.

Se aplicar o INPC, que é o Índice Nacional de Preço ao Consumidor, para o reajuste a passagem, o incremento seria de apenas 6 centavos no valor, saltando para R$ 3,46. Num arredondamento para cima, ficaria em R$ 3,50, R$ 1,18 abaixo do que estão pedindo as empresas. A própria licitação prevê valor abaixo dos 4 reais e passagem integrada no Município.

Contrato com as empresas, assinado em 2016, prevê que o reajuste nas tarifas dos ônibus deve ser concedida em dezembro de cada ano e estabelece o INPC como índice.

Agora tem pedido de indenização pela área da Avenida dos Municípios

Terça-feira que vem tem audiência de conciliação de proprietário de área que acionou o Daer.

Karina Sgarbi/GES-Especial
Para concluir Avenida dos Municípios é preciso fazer uma ponte sobre o Arroio Pampa, em Canudos
Chego à conclusão que a Avenida dos Municípios é como carro velho: quanto mais tu mexes no motor, mais problema aparece. A estrada não tem motor, mas sobra a necessidade de ajustes. E não tem nada a ver com a ponte, com a cabeceira da ponte ou com a licitação para sinalizar o trecho.

O que tem pela frente é mais um impasse judicial. De indenização. Milionária. Para a próxima terça-feira, dia 14, na 3ª Vara Civil de Novo Hamburgo, está agendada audiência de conciliação entre o Daer e o proprietário de uma área, que alega não ter sido indenizado pela construção da rodovia. Pelo prazo, não tem mais como recorrer dos 12 metros de asfalto (de margem a margem). Mas a área de domínio é de 60 metros. E ele cobra por 15 mil metros quadrados de desapropriação. A ação foi ajuizada em R$ 4,9 milhões.

Esta não é a única ação. O irmão do proprietário desta área é dono do imóvel lindeiro. E também está na Justiça. Ele reivindica indenização por desapropriação de 6 mil metros quadrados. Conforme fonte da coluna, outros quatro proprietários teriam ajuizado ações semelhantes, todas indenizatórias.

Por nota, ontem ao final da tarde, o Daer disse que não vai se manifestar. “Nem o Daer, nem a PGE foram citados oficialmente quanto ao processo”, diz. O órgão só fala depois da citação.

Proprietários ingressaram com interdito na Justiça, o que impede o Daer de qualquer apropriação indevida das margens.

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS