VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

BAH!rulho

Kurt Cobain completaria 50 anos se estivesse vivo

Líder do Nirvana mudou a cara do rock no início dos anos 90 e cometeu suicídio em abril de 1994.

Kurt Cobain completaria 50 anos de idade, nesta segunda-feira, dia 20 de fevereiro, se não tivesse cometido suicídio em 5 de abril de 1994. Duas décadas depois, porém, sua obra e influência continuam vivas. Com um tiro na cabeça em sua casa de Seattle, nos Estados Unidos, Kurt Cobain acabou com sua vida, com seu sofrimento, com o Nirvana e com o movimento grunge. "Foi um dos últimos a ter feito algo novo", considera o jornalista e músico francês Stan Cuesta, autor do livro Nirvana, Une Fin de Siècle Américaine (Nirvana, o Fim do Século Americano). "Continua a ser o artista musical mais importante das últimas duas décadas", afirma Charles Cross, autor de três livros sobre o artista, em entrevista à AFP. O Bah!rulho presta sua homenagem ao cara com dois dos clipes mais marcantes da banda, Smells Like Teen Spirit e Heart-Shaped Box, além do show Live & Loud que o Nirvana apresentou em Seattle em dezembro 1993. Se liga aí:

Midnight Oil volta aos palcos e turnê vai passar por Porto Alegre

Australianos anunciam nova série de shows após 20 anos e irão relançar a discografia da banda.

Os australianos do Midnight Oil estão retomando as atividades e acabaram de anunciar sua primeira turnê após 20 anos. Peter Garrett, vocalista da banda, foi ministro do meio ambiente na Austrália, entre 2007 e 2010, e da educação, entre 2010 e 2013, mas garantiu que seu envolvimeto com a política não irá evitar que o Midnight Oil expresse suas opiniões. A banda tem um histórico de luta pela proteção ao meio ambiente e Garrett já aproveitou esse retorno aos palcos para alfinetar o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. "As democracias às vezes precisam reagir contra a loucura, o desagradável, o egoísmo e a estupidez. Isso tudo abunda no presidente Trump", afirmou.

Os shows passarão por 14 países. No Brasil, eles tocam em Porto Alegre (25 de abril, no Pepsi On Stage), Curitiba (27 de abril), São Paulo (29 de abril), Rio de Janeiro (30 de abril) e Brasília (2 de maio). A banda também irá lançar três novos boxes reunindo a discografia do Midnight Oil. O primeiro, chamado The Full Tank , terá todos os LPs e EPs do grupo, enquanto o segundo é uma coleção de vinil com todas as músicas da carreira. Já The Overflow Tank é um combinado de quatro CDs e oito DVDs com mais de 14 horas de material inédito. Se liga aí:

Supervão lança clipe para a música Vitória Pós-Humana

Banda de São Leopoldo também trabalha na finalização do seu segundo EP, sucessor de Lua Degradê.

A Supervão já está trabalhando em um novo EP, mas enquanto o trabalho com músicas novas não chega, os caras seguem divulgando o Lua Degradê (2016), EP de estreia da banda de São Leopoldo. A novidade é o clipe da música Vitória Pós-Humana, com produção dos próprios integrantes do grupo – Mário Arruda, Leonardo Serafini e Ricardo Giacomonie – e estética do movimento de arte Vaporwave.

"A principal característica do clipe é que ele foi totalmente feito pela banda, produzido, filmado e editado por nós. O que torna um processo bem pessoal e trabalhoso. Montamos um fundo verde, pregamos os tecidos na parede da casa do Mário e desmontamos um armário pra rolar o espaço certo. O clipe trabalha a partir da estética do Vaporwave que utiliza técnicas que nós também sempre nos identificamos muito e desde sempre utilizamos nas nossas composições, como técnica de colagens e misturar tudo que gostamos sem se preocupar muito com o resultado final", conta o guitarrista Leonardo Serafini. "O clipe também é quase um fechamento do EP Lua Degradê que está completando um ano agora em fevereiro. Vamos lançar ainda no primeiro semestre um novo EP. A parte de composições já foi finalizada e agora estamos finalizando em estúdio", aponta Serafini. Se liga aí:

Deathray Bam! lança primeiro disco com influências de synthpop e retrowave

Blackk Mirror, álbum de estreia do músico de Porto Alegre Foca Rodrigues, chega carregado de referências góticas dos anos 80 .

O músico Foca Rodrigues, de Porto Alegre, comanda o Deathray Bam! e está lançando o seu primeiro disco. Blackk Mirror, que conta com 14 músicas, foi lançado digitalmente no dia 9 de fevereiro. O trabalho pode ser encontrado gratuitamente no streaming do Soundcloud e do Bandcamp – em breve deve estar disponível também no Spotify, Deezer, Itunes e Amazon. "Eu compus, toquei os instrumentos analógicos, cantei, produzi, mixei e masterizei todo o disco, com exceção das música A Spell On You, que teve a guitarra gravada pelo Midnight Danger (Suécia), e Illusions Bar, que tem letra do Clô Solo (Guaíba/Porto Alegre) que também canta a música", destaca o músico.
"Para esse disco, além de minhas inspirações no synthwave atual, utilizei mais de minhas referências dos anos 80 e gótica, puxando algumas linhas de synth mais para o lado darkwave e algumas levadas ao estilo new wave. Meu estilo no vocal também acabou deixando ainda mais obscuro o trabalho em algumas músicas", salienta Rodrigues, que já havia lançado outros dois EPs: After Decades of Silence e Deathray Bam! EP. "O retorno tem sido bom. Como esse álbum vem um pouco diferente dos dois EPs anteriores, com uma pegada um pouco mais sombria, tenho despertado interesse do publico gótico e synthpop", aponta Rodrigues. Se liga aí:

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS