Publicidade
Cotidiano Animalescas

Menina de Ivoti recria ambiente escolar e dá aula para gatinha

Bianca Schaedler, 6 anos, resolveu brincar de escolinha com a gatinha adotada no início da pandemia; a gata Tina se comportou como uma boa aluna e a mãe da menina aproveitou para registrar o momento especial

Por Bianca Dilly
Última atualização: 16.06.2020 às 09:46

A professora chega à sala de aula. Em tempos de pandemia, um ambiente adaptado, ao ar livre. Para começar, faz a chamada. Tina? Presente! Pode partir, então, para o conteúdo do dia. O cronograma prevê artes e matemática. No quadro, as tarefas são detalhadas, e a aluna observa atentamente. Mas, é claro, não pode faltar a hora do lanche. Tudo normal até aqui? Na verdade, não.

Quem leciona é Bianca Schaedler, de recém 6 anos completados, moradora de Ivoti. E a estudante é a sua gatinha, adotada no início da quarentena, em Novo Hamburgo. "Foi inusitado. Fui trabalhar e ela iniciou a 'aulinha' com o pai dela, Anerson. Depois que ela percebeu que a gata ficava sentadinha, continuou", explica a mãe, a também professora Rosilaine Isabel Jacoboski, 41, sobre o episódio gravado em vídeo e compartilhado nas redes sociais no início de junho.

A cena é uma explosão de fofura. Bianca, de gorro de lã e sandália de plástico, senta na cadeirinha de plástico em frente à Tina - em uma de madeira - que obedientemente observa as orientações da tutora. "Eu vi isso em um filme e gostei. Dei aula porque achei legal", conta.

Essa não foi a primeira vez que a brincadeira surgiu, mas Rosilaine diz que agora ela ocorreu por alguns motivos, em especial. "Sou professora e temos quadro, giz e materiais escolares diversificados em casa. Acho que a saudade dos colegas e das professoras também contribuiu para que a Bianca tomasse essa iniciativa", descreve.

Ensinamentos

Entre os ensinamentos de Bianca, alguns chamam atenção. No início da aula, ela diz: "Querida aluna, pode se sentar. Agora, vamos aprender." É a disciplina de artes que dá prosseguimento à aula. "Você vai fazer um desenho do outro lado, reutilizando a folha", frisa. O momento de intervalo também está na agenda. "Agora, Tina estava cansada e ficou na hora do lanche. Depois, quando ela estiver de barriga cheia, vai poder brincar um pouquinho e aí sou eu que vou comer", deixa claro. Mas Tina só pode brincar tendo em vista que se comportou nas tarefas. "Ela aprendeu antes e mereceu, porque foi um pouquinho querida", relata a professora, exigente. Para encerrar, Bianca foi ao quadro e passou números. "Agora, vou fazer o 1. Agora, o 2. Agora, o 3. Agora, o 4. E, agora, o 5", encerrou.

Amor pelos animais

Rosilaine registrou momento em que a filha, Bianca, brinca de escolinha; tem até hora do lanche Foto: Rosilaine Isabel Jacoboski/Especial
E não é à toa que Tina foi a escolhida para ser a estudante de Bianca. Segundo Rosilaine, a pequena tem um amor especial aos bichinhos. "Ela é apaixonada por animais e sempre fala que vai ser veterinária. Se pudesse, levaria todos os bichos para casa. Temos dois cachorros, dois gatos e sete peixinhos. Ela levanta cedinho e, a primeira coisa que faz, é ver se estão bem. A gata Tina tem até uma casa na árvore", comenta.

Bianca não discorda. Para ela, os animaizinhos só fazem bem. "Imagina, o cavalo, deixa as pessoas felizes quando elas estão doentes. O gato deixa as pessoas brincarem com ele. E os cachorros ajudam as pessoas cegas", detalha a menina, que também sugeriu dar um animal de estimação para sua vó materna, que mora sozinha.

 

Boa ideia em tempos de isolamento

A mãe mais que aprova essa forma de passar o tempo. "É muito importante nesse período de isolamento social. É uma maneira da Bianca expressar seus sentimentos. Ela conversa muito com a gata, são cúmplices", diz. A gravação do momento foi espontânea, nem imaginava que teria repercussão. "Não sou muito de publicar, postei mais para os amigos e familiares verem. Depois que alguns amigos começaram a compartilhar o link, coloquei os vídeos em público", conclui.


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.