Publicidade
Cotidiano | Gente Cinema

'O problema do Brasil não é o beijo gay, é a desigualdade social', diz Marco Nanini

Aos 71 anos, ator conta como encarou o enfermeiro gay no filme 'Greta'; longa estreia nesta quinta-feira (10)

Por Estadão Conteúdo
Última atualização: 09.10.2019 às 14:16

Marco Nanini em cena do filme 'Greta', dirigido por Armando Praça Foto: Divulgação
Na ficção de Greta, que estreia nesta quinta-feira (10), a melhor amiga do personagem de Marco Nanini é uma mulher trans, uma performer interpretada por Denise Weinberg. Ao amigo, ela diz: "Aprende logo a viver sozinho, porque estou morrendo". Nanini sabe o que arrisca fazendo o papel. Não é só a questão de o personagem ser gay. É a exposição tanto física quanto emocional. Aparecer de nu frontal, aos 71 anos - "E gordo, né?", ele assume -, não é para qualquer um.

Apesar da exposição da decadência física - "Pronto, tá feito. É pegar ou largar'" -, ele recebe com prudência as afirmações de que foi "ousado", "corajoso". No CineCeará, em que Greta terminou como grande vencedor, foi o que mais ouviu. "Mas não sei se é o caso. Se eu pensasse assim, que seria corajoso, acho que travava. Seria sinal de que tinha medo. Os pobres, os velhos, os negros, os gays, as trans estão sendo massacrados todo dia. O problema do Brasil não é o beijo gay, é a desigualdade social", reflete.

E acrescenta. "Esse avanço do conservadorismo não é coisa nossa, tem ocorrido em todo o mundo. O que é nosso é piorar o que já é ruim." Fazer esse velho transgressor seria uma bênção para qualquer ator. Nada mais diferente dele que o pai de família careta de A Grande Família, que foi reprisado nas tardes da Globo recentemente. "Será tão diferente assim?", pergunta-se Nanini. "É a mesma matéria humana. Fiz um com a mesma entrega do outro. Respeito meus personagens para que eles gostem de mim." Tratam-se de dois personagens numa extensa galeria. O caso de Lineu tornou-se especial. "O texto era muito bem escrito e a equipe muito entrosada. Trabalhando tanto tempo junto, a gente criou laços, como uma família de verdade."


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.