Publicidade
Esportes Deu colorado na final

Inter bate o Grêmio e é pentacampeão da Copinha

Vitória veio nos pênaltis, na manhã deste sábado, em São Paulo

Por Adair Santos
Última atualização: 25.01.2020 às 13:24

Inter levou a melhor, no pênaltis, e agora é pentacampeão da Copinha Foto: Twitter/ @SCInternacional
O colorado venceu o inédito Gre-Nal da Copa São Paulo de Futebol Júnior e sagrou-se campeão da competição. A vitória veio nos pênaltis, depois de um jogo eletrizante que terminou empatado em 1 a 1 no tempo regulamentar. Este é o quinto título do Inter na Copinha. O jogo começou às 10 horas deste sábado no Pacaembu, em São Paulo, e a a taça foi entregue às 12:30.  

O Grêmio abriu o placar no segundo tempo, aos 10min, com Fabrício. Na comemoração, Alisson Calegari acabou expulso por subir no alambrado. Logo depois, aos 14min, Guilherme Pato empatou para o Inter. Mesmo com um jogador a mais, o colorado não conseguiu reverter a vantagem em gols e o segundo tempo foi encerrado aos 50 minutos.  

Na cobrança das penalidades, ambas as equipes não converteram a primeira cobrança, mas o Tricolor errou outras duas e o rival acabou vencendo por 4 a 1.

O caminho até o penta

Para chegar ao pentacampeonato, o Inter teve que percorrer um árduo caminho, que culminou com a vitória sobre o arquirrival Grêmio na grande final deste sábado. Foi uma verdadeira maratona, com jogos a cada dois dias. A campanha teve 7 vitórias e dois empates, 16 gols marcados e apenas quatro sofridos.     

Os juniores do Inter estrearam na Copinha em 3 de janeiro. Enfrentando o Confiança, da Paraíba, na partida de abertura do Grupo 7. A equipe venceu por 3 a 0, gols Cesinha, Tiago Barbosa e Praxedes. Um confronto muito especial, pois foi o primeiro disputado pelo Colorado com a nova camiseta.

Apenas três dias depois, dando inicio à maratona de jogos, o time voltou a campo e venceu por 3 a 0 o Linense, de São Paulo, com gols de Caio, duas vezes, e Nicolas. O resultado garantiu classificação à fase seguinte.

No dia 9, após empatar sem gols com os paulistas do Capivariano, confirmou a primeira colocação no grupo. A partida foi marcada pelas péssimas condições do campo devido às fortes chuvas.

Abrindo as eliminatórias, o Inter enfrentou o Volta Redonda. Realizado somente 42 horas e 30 minutos após o duelo diante do Capivariano, o duelo foi definido no último lance, com Matheus Monteiro cobrando pênalti e marcando o único gol da partida.

No dia 13 de janeiro, Matheus Monteiro marcou novamente contra o Desportivo Brasi. Os paulistas empataram no segundo tempo, mas Léo Ferreira virou o placar mais uma vez para o colorado.

Nas oitavas de final, em 15 de janeiro, o duelo contra o RB Brasil foi encerrado no tempo regulamentar com o placar de 1 a 1, gol de Cesinha. Nos pênaltis, o colorado venceu por seis a cinco.

Nas quartas-de final, no dia 17, venceu por 2 a 0 o Botafogo de Ribeirão Preto, gols de Praxedes e Cesinha.

No dia 21, chegou a vez de enfrentar o todo-poderoso Corinthians, nas semifinais. Ofensivo, o time fez  3 a 1, gols Guilherme Pato, Matheus Monteiro e Nicolas.

Neste sábado (25) foi a vez de bater o arquirrival Grêmio por 4 a 1 nos pênaltis, após empate em 1 a 1 nos 90 minutos.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.