Publicidade
Esportes Olimpíada

Nova data dos Jogos de Tóquio pode não agradar a todos, diz Sebastian Coe

Presidente da Associação Internacional de Atletismo falou sobre o adiamento do evento, que deve ter uma nova data definida nas próximas semanas

Última atualização: 28.03.2020 às 15:33

Sebastian Coe é presidente da Associação Internacional de Atletismo (World Athletics) Foto: AFP
O presidente da Associação Internacional de Atletismo (World Athletics), Sebastian Coe, duvidou sobre a possibilidade do Comitê Olímpico Internacional (COI) encontrar uma nova data em 2021 para os Jogos de Tóquio "que possa satisfazer todos os esportes". "Esportes diferentes expuseram claramente seus problemas de calendário em determinadas épocas do ano. Provavelmente não encontraremos uma solução que possa satisfazer todos os esportes", disse Coe numa entrevista concedida na sexta-feira (27). "Será preciso flexibilidade nos próximos dois anos", afirmou.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) ainda não oficializou a nova data dos Jogos. Há uma reunião prevista para segunda-feira (30). Conforme o site japonês Mainichi, a data deve ser definida dentro das próximas três semanas.

Após o anúncio na terça-feira (24) do adiamento das Olimpíadas de Tóquio para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus, o esporte mundial está analisando as possíveis alterações em seu calendário para a próxima temporada por conta do período necessário para a realização do grande evento na capital japonesa. A World Athletics (antiga IAAF) estava disposta a adiar sua próxima Copa do Mundo para 2022, que aconteceria em Eugene, no estado americano de Oregon, em agosto de 2021.

"Existe claramente um pedido para que essa decisão seja tomada o mais rápido possível. Atletas e federações precisam de clareza", acrescentou o presidente da entidade, após o COI e as federações internacionais se reunirem por teleconferência na quinta-feira. "Depois que a decisão for tomada, podemos construir (os calendários) em torno dela", completou Coe.

O COI e o governo japonês concordaram na terça-feira em adiar os Jogos para 2021, "o mais tardar no verão (o hemisfério norte)", deixando em aberto a possibilidade de o evento ocorrer antes das datas habituais de julho e agosto.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.