Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Até quando?

Novo Hamburgo e São Leopoldo abrem 20 novos leitos de UTI

Desde sábado, unidades para adultos constam no mapa de disponibilidade e ocupação da Secretaria Estadual de Saúde

Última atualização: 29.06.2020 às 17:34

UTI do Hospital Lauro Reus, de Campo Bom Foto: Jonas Soares/PMCB
Há mais de 45 dias operando no vermelho no número de leitos de UTI adulto, a região ganhou fôlego para o atendimento de pacientes que precisam de cuidados intensivos. Vintes novos leitos constam no sistema do governo do Estado, fazendo com que a região liderada por Novo Hamburgo (outros 14 municípios fazem parte) some 100 leitos de UTI. Com 76 pacientes internados, a taxa de ocupação está em 76%, considerada amarela.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre coronavírus

A atualização consta no mapa de disponibilidade e ocupação de leitos da Secretaria Estadual de Saúde desde sábado. A Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo passa a contar com 35 leitos, sendo 15 novos, e o Hospital Centenário, salta de 11 para 16 leitos. 

O número de leitos de UTI disponíveis é um dos 11 indicadores considerados no distanciamento controlado do governo estadual. A região, que está em bandeira vermelha há duas semanas, precisa ter capacidade para atender os pacientes com Covid, mas também com outras doenças. Esta semana é considerada, historicamente, a de maior procura por leitos de atendimento intensivo no Estado

Matemática complexa

Novo Hamburgo e São Leopoldo ainda não explicaram a origem dos novos leitos nem qual o perfil dos pacientes que serão atendidos e se haverá regulação do Estado ou dos Municípios.

Procurada, a Prefeitura de Novo Hamburgo informou que só irá dar detalhes sobre os novos leitos nesta segunda-feira (29). Na sexta-feira passada, no entanto, a assessoria de comunicação emitiu nota onde afirmava que o Município já havia recebido os 10 leitos alugados da empresa RTS Rio e que o Hospital Municipal também estava concluindo a montagem de mais cinco leitos de UTI a partir dos respiradores mecânicos encaminhados pelo Estado e remanejando insumos internos. Não houve confirmação se os 15 novos leitos são os descritos pela assessoria de imprensa.

A comunicação do Hospital Centenário afirmou que os cinco novos leitos no sistema do Estado já faziam parte da UTI Covid e que está "aguardando habilitação" parte do governo Estadual e  Ministério da Saúde. Segundo a assessoria de imprensa, os cinco novos leitos fazem parte dos nove que o Município mantém, mas que não lançava no sistema do Estado por serem mantidos com recursos próprios e atenderem apenas a pacientes de São Leopoldo. 

 


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.