Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Pandemia

Comércio na bandeira vermelha poderá operar no regime de venda on-line e tele-entrega

Novo protocolo foi anunciado pelo governador Eduardo Leite nesta segunda-feira (29)

Por Bruna Mattana
Última atualização: 30.06.2020 às 11:58

O comércio varejista não essencial poderá operar no regime de comércio eletrônico e tele-entrega na bandeira vermelha. A mudança no protocolo do distanciamento controlado foi anunciada na tarde desta segunda-feira (29) pelo governador Eduardo Leite. O cliente não pode ir até a loja retirar o produto.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre coronavírus

Segundo as novas regras, as regiões que estão em bandeira vermelha e preta também poderão ter maior teto de operação no comércio de combustíveis e será permitido, nessas regiões, o estágio final obrigatório para estudantes da área da saúde, inclusive no técnico concomitante.

Ainda conforme o governador, houve uma mudança na redação no modo de atendimento nas academias e clubes, que passa de atendimento individualizado/coabitante "por ambiente" para atendimento individualizado/coabitante "mínimo de 16 metros quadrados por pessoa." Ou seja, as academias e espaços privados para atividades físicas, inclusive nos clubes sociais, devem oferecer atendimento de forma individualizada, sempre limitado a um aluno a cada 16 metros quadrados, podendo ser acompanhado por um profissional (coabitante). 


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.