Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Fraude

Relatório do TCU mostra que 620 mil pessoas receberam o auxílio emergencial

Irregularidades devem causar um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos; segundo a Caixa, 600 mil benefícios já foram suspensos por conta de fraudes

Última atualização: 29.06.2020 às 14:12

Fraude no auxílio emergencial tem prejudicado cidadãos que precisam do valor Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Ao menos 620 mil brasileiros receberam o auxílio emergencial sem necessidade. Segundo o UOL, uma reportagem da TV Globo apurou que a informação consta de um relatório do TCU (Tribunal de Contas da União). No mês de abril, o ministério da Economia distribuiu R$ 35,8 bilhões para 50 milhões de beneficiários em todo o país. O pente fino feito pelo Tribunal constatou que pessoas com elevado poder aquisitivo, vivendo em casas de alto padrão, coberturas e com casamento marcado no Caribe estão recebendo o auxílio emergencial. 

CONTEÚDO ABERTO | Leia aqui todas as notícias sobre o coronavírus

As irregularidades, diz o TCU, devem causar um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos. No Rio Grande do Sul, moradoras da cidade de Espumoso foram citadas como pessoas que estãos  recebendo o auxílio de forma irregular. Uma, que é comerciante, estava com casamento marcado no Caribe para dezembro; já a outra é conhecida no local por andar com carros de luxo e vive em uma casa de dois andares e também é citada no relatório do TCU. Segundo o Portal UOL, em um áudio veiculado na matéria do programa Fantástico, ela aparece dizendo que a filha também recebe o auxílio e que já gastou tudo. "Eu quero dar tanta risada", disse em áudio.

Ainda no Rio Grande do Sul, o dono de uma vinícola na Serra também apareceu no relatório que aponta os beneficiários irregulares. "Eu não quis receber, eu devolvi, só fiz para brincar. Era só para saber se ia passar ou não, entendeu? Jamais ia querer nada. Eu não saquei, vou devolver", disse. No total, 235 mil empresários foram citados como tendo recebido o auxílio sem ter direito. 

O relatório aponta ainda que 15 mil pessoas receberam o auxílio mesmo com renda superior ao estabelecido;  7 mil pessoas que estão cumprindo pena receberam o auxílio do governo; e outros 134 mil servidores públicos ou pensionistas receberam o auxílio. Segundo a Caixa, 600 mil benefícios já foram suspensos desde o início da distribuição por conta de fraudes. 


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.