Publicidade
Notícias | Novo Hamburgo Impasse

Carnaval de Novo Hamburgo ainda em compasso de espera

Mesmo com projeto aprovado para captação de recursos pela Lei de Incentivo à Cultura, verba ainda não foi assegurada para garantir os desfiles no Município

Por João Victor Torres
Última atualização: 14.01.2020 às 13:47

. Foto: Arquivo-GES
A definição sobre a realização do carnaval em Novo Hamburgo deve sair nos próximos dias. Na noite de segunda-feira (13) ocorreu reunião com representantes das escolas de samba da cidade, o Conselho Municipal de Cultura e a Secretaria Municipal de Cultura. O impasse, neste momento, está no fato de que recursos ainda não foram captados para financiar o evento. Em dezembro do ano passado, a Prefeitura recebeu confirmação de que o projeto para busca de verbas por meio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) foi aprovado.

Como os desfiles estão programados para o dia 22 de fevereiro, agora há uma verdadeira briga contra o tempo acertar o formato, bem como a verba a ser destinadas às agremiações carnavalescas para organização de suas respectivas apresentações. Outro ponto sensível é que, a liberação dos recursos às escolas pode ocorrer até 90 dias após o evento. Para boa parte das entidades, que necessitam do dinheiro imediato para começar seus preparativos, este cenário tornaria inviável a participação.

Conforme o diretor de Cultura do Município, Alex Lassakoski, as discussões com as escolas de samba iniciaram em setembro do ano passado. Segundo ele, o martelo sobre a realização do carnaval no Município precisa ser batido em breve, ou seja, até a próxima semana, especialmente pelo fato de que os prazos estão cada vez mais curtos. “Estamos dialogando com as escolas e devemos ter uma nova reunião nos próximos dias”, afirma.

Uma das escolas mais tradicionais de Novo Hamburgo, a Protegidos da Princesa Isabel deu início aos trabalhos, com ensaios de quadra, busca de materiais para confecção de alegorias e fantasias. Com esta indefinição, até mesmo a participação no carnaval de Porto Alegre, onde desfilará no Grupo Bronze, também não está assegurada. “Estamos esperando por uma força política para nos levar a Porto Alegre. A Protegidos está com seus preparativos adiantados”, diz a presidente Lana Flores.


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.