Publicidade
Notícias | Região Segurança

Polícia esclarece sobre HB20 branco que estaria tentando sequestrar crianças em Canoas

Suposta tentativa de sequestro de um menino no bairro Olaria deu início a rumores sobre carro rondando atrás de outras vítimas

Última atualização: 02.12.2019 às 11:58

Policiamento ostensivo está atento desde que caso veio à tona Foto: BRIGADA MILITAR/DIVULGAÇÃO
Desde a semana passada teve início uma série de postagens nas redes sociais sobre um HB20 branco que estaria sequestrando crianças no bairro Olaria, em Canoas. À parte os compartilhamentos de áudios, mensagens de texto e fotos, o que é verdade sobre o caso? A polícia esclarece. O comando da Brigada Militar (BM) informou estar observando o que vem circulado e, mais que isso, deu atenção total ao caso assim que ele surgiu.

Um registro de ocorrência veio à tona ainda no meio da semana passada, quando uma mãe contou à polícia que um homem em um HB20 branco tentou levar seu filho à força. A criança conseguiu escapar. No entanto, o pavor vivido pela mulher foi grande, conforme revelado. "Na ocorrência ela disse que o sujeito chegou na frente de casa querendo o menino", relatou o coronel Jorge Dirceu Filho, responsável pelo 15º Batalhão da Polícia Militar (BPM). "Só que a criança correu."

De acordo com o comandante, a Brigada foi até o bairro conversar com moradores, no entanto os brigadianos não encontraram ninguém, além da vítima, que tenha vista o tal HB20 circulando atrás de crianças. "Continuamos monitorando, mas não houve, desde a semana passada, nenhum outro registro de ocorrência neste sentido", avisa. "Temos um caso isolado, que cresceu por conta do boba-boca que ganhou nas redes sociais."

Até o helicóptero foi envolvido no caso

A histeria causada pelo assunto foi tamanha que levou muitos a pensar que o helicóptero do Batalhão Aéreo da corporação estivesse procurando o suposto HB20 na última quinta-feira (29). Na verdade, ele estava fazendo parte da 200ª Operação Integrada do município, sem relação alguma com o caso, conforme o coronel. "Não tinha nada a ver, mas muita gente achou que era uma caçada policial ao carro branco."

Polícia Civil também está preocupada

À frente da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), o delegado Pablo Rocha disse ser preocupante este tipo de caso, tendo em vista que não houve sequestro e qualquer motorista dirigindo em qualquer HB20 branco em Canoas pode ser penalizado por isso. "Se uma criança for sequestrada em Canoas, a polícia vai ficar sabendo na mesma hora", frisa. "Então, como não houve nenhum caso deste tipo, o que se tem são informações contraditórias que podem levar à violência", continua. "Alguém pode apedrejar um HB20 branco sem razão alguma."


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.