VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Negócios e Mercado

Novos nichos de atuação

.

Para a nova gestão à frente da entidade, Griebeler conta que um dos focos para os dois próximos anos é a modernização do parque. "Queremos identificar novos nichos de atuação do mercado, aquisição de equipamentos. Também vamos precisar aumentar algumas áreas porque a produção interna cresceu muito, principalmente nas áreas de químicas, luvas, EPIs e segurança, substâncias restritivas", destaca o presidente executivo do IBTeC. Griebeler fala, ainda, que antes o instituto ocupava 4% no mercado nacional de Certificado de Aprovação (CA) para calçado de segurança. "Agora temos 47% do mercado, um crescimento fantástico que tivemos nessa área. Toda essa questão de modernização e novas áreas queremos trabalhar forte nos próximos dois anos. Também pretendemos focar na excelência da prestação de serviço, melhor atendimento, prazos menores e preços competitivos."

 

Investimento e faturamento

.

A inovação na área de pesquisa e tecnologia é outra meta que deve ser ampliada nos próximos dois anos. "Nos últimos seis anos, investimos mais de R$ 6 milhões. Temos e vamos manter essa média de R$ 1 milhão ao ano. No ano de 2018, foi investido R$ 1 milhão e tivemos um crescimento de 8% em 2018. Em seis anos triplicamos o faturamento, estamos muito felizes, também aumentamos bastante o número de colaboradores", pontua, Griebeler. O presidente executivo conta que para esse ano, o instituto projeta contratar mais pessoas. "Precisamos de mais técnicos, estamos crescendo e necessitamos para atender o mercado. Foi um ano positivo de consolidação do trabalho e investimentos. Um ano de muitos eventos, Simpósio de Biomecânica, Fórum de Inovação, Semana do Calçado, entre outros."

 

Otimismo neste ano

.

Para Griebeler, já existe um clima de otimismo maior, uma mudança, o que é muito importante para o mercado. "Na área política, esperamos que tanto os governantes estaduais como federais tenham sucesso na empreitada deles com ideias novas, novas propostas. Sabemos das dificuldades de recursos que os governos têm, mas acho importante termos otimismo. Na economia, algumas empresas já sinalizaram a retomada dos investimentos, muitas empresas de outros setores e da própria cadeia coureiro-calçadista. Então acho que vamos tirar alguns projetos das gavetas, investir e girar a economia novamente", finaliza o presidente executivo do IBTeC, ao projetar um crescimento significativo no final de 2019. "Projetamos um incremento de 10% e acho bastante factível chegarmos nesse número."

 

Reestruturação como destaque no IBTeC é objetivo do ano

Executivo prevê novos investimentos e ampliações.

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Avaliação: presidente executivo fala de 2018 e projeta 2019
Consolidar o Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC) como um instituto de tecnologia é um dos objetivos para os próximos anos. Reeleito no final do ano passado para mais dois anos à frente da entidade, Paulo Griebeler lembra que nos últimos seis anos um dos destaques das suas gestões foi a reestruturação do instituto. "Encontramos uma instituição precisando de investimentos na modernização do parque tecnológico, equipamentos, pessoal, uma nova cultura, uma nova filosofia, uma gestão mais profissionalizada. Nós trabalhamos muito essas questões e o resultado foi muito bom neste período.Tivemos investimentos significativos, reestruturamos as finanças. Hoje, o IBTeC está sólido, saudável e temos recursos próprios para investir", afirma Griebeler, ao contar que em 2018, com as dificuldades nos governos federais e estadual, o IBTeC não recebeu dinheiro de agências de fomento, como Capes, CNPq e outros. "Tivemos que investir com recursos próprios", fala.

 

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS