VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Motores

Eclipse Cross, o ressurgimento

Modelo da Mitsubishi é relançado como um crossover e desembarca no Brasil por preço inicial de R$ 149,99 mil .

O Mitsubishi Eclipse marcou época como um dos esportivos mais desejados da década de 1990. Agora, ressurge no mundo como um crossover com estilo de cupê para preencher a lacuna entre o ASX e o Outlander. Importado do Japão, chega ao Brasil na versão HPE-S e custa R$ 149,99 mil com tração 4x2 e R$ 155,99 mil na configuração 4x4 S-AWC. A pré-venda já está aberta, mas os primeiros carros serão entregues só no início de novembro. A meta é comercializar 300 unidades por mês.


O lançamento nacional do Eclipse Cross à imprensa especializada ocorreu entre os últimos dias 25 e 28 em Porto Alegre, com direito a test-drive de 300 km até Caxias do Sul, passando por várias cidades da região, como Novo Hamburgo, Ivoti, Picada Café e São Sebastião do Caí. Foram utilizadas oito unidades trazidas especialmente dos Estados Unidos para o evento, que de diferente têm apenas o sistema multimídia menor e um touchpad no console.


A tração S-AWC consiste em um sistema integrado ao controle de tração que aumenta os limites de uso. Trata-se de um “supercérebro” conectado à sensibilidade do motorista, contando com três opções: Auto, Snow (neve) ou Gravel (cascalho). “É uma transmissão inteligente, que se adapta ao modo de direção do condutor a cada momento, ao humor de cada dia, que pode ser mais confortável ou esportivo”, explica o engenheiro Fábio Maggion. No asfalto, as acelerações e retomadas são esportivas, apesar dos 1.605 kg do modelo. Nas estradas de chão, a altura de 20,2 cm em relação ao solo faz toda a diferença.

Pacote tecnológico

Internamente, o cockpit tem linhas horizontalizadas e modernas, contando com Head up display para evitar que o motorista tire os olhos da estrada ao conferir a velocidade, por exemplo. Ao centro, está o sistema multimídia com tela capacitiva de 7”, que permite conectividade total.


Pacote de equipamentos é amplo, incluindo teto solar duplo, bancos com aquecimento, sistema de prevenção de aceleração involuntária, indicação de veículos ou pessoas no ponto cego, avisos de tráfego traseiro e de saída de faixa de rolamento. O item mais tecnológico de todos é o sistema de frenagem autônomo (FCM), que ajuda a prevenir colisões frontais ao identificar veículos ou pedestres por meio de câmeras e radar. Em termos de segurança, o conceito Rise de deformação controlada e nove air bags garantiram nota máxima no Euro NCap, ANCap e Latin NCap.


Visual marcante


O estilo Dynamic Coupé é único e marcante. Na dianteira, farol é em LED (tanto luz baixa quanto alta), tecnologia presente também na traseira, caracterizada por janela bipartida. As rodas aro 18” são calçadas com pneus ‘‘verdes’’ 225/55. Volume do porta-malas é de 473 l mas, com os bancos rebatidos, aumenta para 1.197 l.

Motor 1.5 gera 165 cv


O pequeno Mivec 1.5 turbo desenvolve 165 cv e 25,5 kgfm de torque (disponíveis já a 1.800 rpm). Movido a gasolina, conta com duplo sistema de injeção: direta, para desempenho em alta, e indireta (a veterana Multipoint) para situações de baixa rotação. A transmissão Invecs III CVT simula 8 marchas e tem sistema sequencial SportMode acionado por borboletas na coluna de direção.

Novo Jetta chega por R$ 109,99 mil

Sedã médio da Volkswagen fica maior e mais tecnológico na sétima geração .

Tudo novo na sétima geração do Jetta. O sedã médio da Volkswagen não apenas conta com novo design, mas também maior nível tecnológico. Importado do México, chega em outubro em duas versões: Comfortline 250 TSI (R$ 109,99 mil) e R-Line 250 TSI (R$ 119,99 mil). Teto solar é opcional inclusive para a R-Line (R$ 4,99 mil).

Construído sobre a Estratégia Modular MQB, cresceu em todas as dimensões. Pena que a suspensão traseira é do tipo eixo de torção interdependente com molas helicoidais – o projeto bem que merecia multilink, já utilizada na sexta geração. Internamente, a reformulação é completa, indo desde o painel até o Discover Media com tela de 8”, que é de série e utiliza sensor de toque capacitivo, idêntico ao de smartphones e tablets. Com o aplicativo Media Control para smartphones e tablets (plataformas Android e IOS), passageiros do banco de trás podem controlar funções do infotainment.


Iluminação ambiente ajustável em 10 tonalidades garante requinte. Além do visual exclusivo, pacote R-Line 250 TSI tem como itens de série o Active Info Display (painel digital programável), controlador automático de velocidade (ACC), Front Assist com função City Emergency Brake, Detector de Fadiga, Frenagem Pós-Colisão e regulagem automática do farol alto (FLA).

Motor 1.4 de 150 cv

O powertrain é o mesmo para ambas as configurações: o 1.4 TSI Total Flex (150 cv e 250 Nm de torque, o equivalente a 25,5 kgfm) com Start/Stop, atuando em conjunto com o câmbio automático de seis marchas dotado de conversor de torque e função Tiptronic. Aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 8,9 s e máxima é de 210 km/h. É possível escolher entre quatro perfis de condução: Eco, Normal, Sport e Individual.


Reformulação visual


Na dianteira, diferencia-se pelos faróis em LED, grade trapezoidal e novos para-choques. Coeficiente de arrasto (Cx) baixou para 0,29. Na traseira, queda acentuada da coluna “C” torna silhueta semelhante à de um cupê. Lanternas lembram as do Virtus e também são em LED. Versão R-Line traz grade em preto brilhante, rodas aro 17”, retrovisores e teto pintados em preto.

Tracker Midnight em outubro nas lojas

Com visual predominantemente preto, série especial deverá ter preço na casa dos R$ 102 mil .

Depois da S10, agora é a vez do Tracker receber a série especial Midnight. A novidade é exclusiva para o mercado brasileiro e chega às lojas em outubro. O preço ainda não foi definido pela Chevrolet, mas a expectativa é que fique posicionada entre os pacotes 1 (R$ 100,99 mil) e 2 (R$ 104,19 mil) da topo de linha Premier. O Tracker também é oferecido na configuração LT (R$ 89,29 mil).

Sucesso de mercado, o SUV vendeu mais de 18 mil unidades de janeiro a agosto deste ano, três vezes mais que o mesmo período do ano passado. O powertrain da Midnight é o mesmo das demais versões: motor turbo Flex (153 cv com álcool e 150 cv com gasolina, bem como torque de 24,5 kgfm/ 24 kgfm, respectivamente), dotado de sistema Stop/Start. A transmissão é automática de seis marchas. O conjunto permite acelerar de 0 a 100 km/h em 9,4 s e atingir velocidade máxima próxima dos 200 km/h.


Entre as tecnologias de segurança estão controles eletrônicos de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampa, sensor de ponto cego e câmera de ré com alerta de movimentação traseira. Assim como a Premier, a opção mais completa pode trazer air bags laterais e de cortina, alerta de colisão frontal e aviso em caso de saída de faixa.

Preto predominante

O estilo “todo preto” deixa o veículo com aspecto de carros customizados. A cor preto ouro negro da carroceria está presente também nas maçanetas e friso da tampa traseira. Versão tem faróis com máscara negra com assinatura em LED e rodas escurecidas de desenho exclusivo em alumínio no tamanho 18’’. Assim como na S10, até a gravata Chevrolet tem fundo preto em vez do tradicional dourado, além do nome da edição grafado na base da tampa do porta-malas. Lanternas são igualmente em LED.

Molduras em tom brilhante


As tonalidades escuras também são utilizadas na cabine, incluindo bancos, volante, portas e painel. Já detalhes do console central e das molduras do ar-condicionado e do multimídia são em tom brilhante. Versão vem equipada com teto solar elétrico, direção elétrica com ajuste de altura e profundidade, controle de velocidade de cruzeiro, telemática avançada OnStar e multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay.

Reparasul ocorre até sábado em Novo Hamburgo

Feira de Autopeças e Equipamentos para Reparação Automotiva conta com palestras e treinamentos.

Reparasul

Uma oportunidade única para buscar novas soluções, tecnologias e fornecedores. A primeira edição da Reparasul - Feira de Autopeças e Equipamentos para Reparação Automotiva ocorre até sábado (15) nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo. Paralelamente, ocorre a Femopart’s - Feira de Peças, Acessórios e Produtos para Reparação de Motocicletas.

Participam expositores de autopeças e sistemas, incluindo funilaria, eletrônicos, pneumáticos, de resfriamento, iluminação, segurança, elétricos, direção, suspensão e transmissão. Também é possível encontrar acessórios, pneus, rodas, serviços de tuning e customização, baterias, componentes de performance, de som e conectividade. Os expositores de reparação e manutenção apresentam ferramentas, maquinários, elevadores, teste e medição, equipamentos para diagnóstico, funilaria e pintura. Além disso, em todos os dias ocorre a Etapa Sul do Campeonato Brasileiro de Envelopamento Automotivo (Cambea), um dos maiores eventos do setor no mundo. O campeonato busca incentivar o mercado de customização automotiva e impressão digital, além de promover o trabalho dos profissionais que atuam no segmento.

Nesta quinta (13) e sexta-feira (14), a visitação pode ser feita das 14 às 21 horas e, no sábado (15), das 9 às 17 horas. A programação completa está no site www.reparasul.com.br.

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS