Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | ABC Pra Você | Viver com saúde OTORRINOLARINGOLOGIA

Cirurgia da rinite? Saiba em quais casos o procedimento é indicado

Obstrução nasal, coriza, espirros frequentes e prurido nasal e/ou ocular estão entre os principais sintomas do problema

Por Redação
Publicado em: 04.07.2022 às 05:12 Última atualização: 04.07.2022 às 11:24

Caracterizada pela inflamação da mucosa nasal, a rinite alérgica é uma resposta exagerada do sistema imunológico a determinadas substâncias e atinge cerca de 30% da população no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Alergia. Obstrução nasal, coriza, espirros frequentes e prurido nasal e/ou ocular estão entre os principais sintomas do problema.

Rinite afeta cerca de 30% da população no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Alergia
Rinite afeta cerca de 30% da população no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Alergia Foto: Adobe Stock
Cristiane Adami, otorrinolaringologista do Hospital Paulista, explica que o tratamento pode ser medicamentoso, cirúrgico ou através de imunoterapia. "Ao apresentar os sintomas, o paciente deve fazer lavagem nasal com solução fisiológica. Caso persistam, é buscar um otorrinolaringologista, que fará o diagnóstico e prescrição do melhor tratamento."

A especialista destaca que o tratamento medicamentoso pode ser feito com antialérgicos, anti-inflamatórios corticoides, sprays nasais, descongestionantes sistêmicos e imunoterapia específica para os alérgenos.

"A imunoterapia é uma vacina que diminui a sensibilidade para determinadas substâncias, fazendo com que o organismo não tenha reações tão exageradas do sistema imunológico."

Ainda segundo a médica, a indicação da classe terapêutica depende da frequência e intensidade dos sintomas.

Desobstrução cirúrgica

A maioria dos pacientes com rinite alérgica apresenta obstrução nasal associada, podendo ocorrer apenas durante as crises ou cronicamente. Cristiane ressalta que o fato se deve a problemas como desvios do septo e/ou alterações anatômicas que o paciente possa ter. Além disso, outra questão comum em pessoas com rinite alérgica é a hipertrofia dos cornetos, a "carne esponjosa".

"Ocorre uma inflamação crônica, essa mucosa incha e, por consequência, acontecem o edema e a obstrução nasal. Por isso, o tratamento cirúrgico também é uma boa opção para pacientes que não têm bons resultados com o tratamento clínico."

Entre as possibilidades cirúrgicas, há a septoplastia (correção do desvio de septo), e a turbinectomia (retirada parcial dos cornetos). "Se houver sinusite crônica associada, ainda é feita a limpeza dos seios paranasais, deixando um excelente fluxo aéreo", reitera.

A médica destaca que não existe um tratamento melhor que o outro. "Alguns casos vão precisar de cirurgia, outros não."


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.