Publicidade
Botão de Assistente virtual
NUTRINDO

Entenda a relação da acne com a saúde intestinal

Entenda a relação da acne com a saúde intestinal
Entenda a relação da acne com a saúde intestinal Foto: Freepik
A acne ocorre quando as glândulas sebáceas estão inflamadas ou infectadas, provocando cravos, espinhas, cistos, caroços e cicatrizes.

Quem sofre com acne sabe como ela pode ser desagradável para a saúde da pele e para a autoestima.

A boa notícia é que manter uma alimentação equilibrada e um intestino saudável, podem auxiliar no controle da inflamação do organismo, refletindo em um melhor controle da acne.

A acne tem uma forte relação com a saúde intestinal, pois um intestino em desequilíbrio não é capaz de absorver completamente os nutrientes ingeridos e nutrir as células da pele.

Nosso intestino possui bactérias ‘boas’ e ‘ruins’ e o equilíbrio entre elas é essencial para o controle do processo inflamatório do corpo.

Uma alimentação anti-inflamatória pode contribuir muito para o controle da inflamação e reduzir o aparecimento de cravos e espinhas.

Entenda a relação da acne com a saúde intestinal
Entenda a relação da acne com a saúde intestinal Foto: Freepik
Se você sofre com acne, siga estas dicas:

-Controle a ingestão de industrializados na sua rotina;
-Controle a ingestão de alimentos potencialmente alergênicos como leite, glúten, castanhas e amendoim;
-Tenha uma rotina de exercícios físicos;
-Mantenha bons níveis de vitaminas. Caso necessário, suplemente conforme prescrição de nutricionista e/ou médico.
-Beba a quantidade adequada de água todos os dias, inclusive nos dias mais frios;
-Controle o índice glicêmico das refeições. Para isso, busque auxílio nutricional e um planejamento alimentar específico para o seu caso;
-Inclua fontes de ômega 3 na sua rotina alimentar. Uma boa dica é incluir sementes de linhaça em algumas refeições do dia. Em alguns casos, é necessário aumentar o consumo de ômega através da suplementação, conforme prescrição de nutricionista e/ou médico;
-Evite o consumo de bebidas alcoólicas;
-Controle o consumo de carboidratos refinados e açúcar;
-Consuma alimentos ricos em vitamina C, como kiwi, laranja, bergamota, acerola, limão, abacaxi e morango.

Gostou destas dicas? Me siga nas redes sociais @nutridanilauck e me conte seu feedback, ficarei muito feliz em saber sua opinião!

Lembrete: busque sempre um acompanhamento com um profissional adequado para receber orientações individualizadas conforme o seu caso, pois cada indivíduo é único e tem suas necessidades particulares.

Imagem Autor

Contato com o Autor

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.