Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | Tecnologia GAMES

Após 30 anos, EA Sports mudará nome do jogo Fifa

O game passará a levar o nome de EA Sports FC

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 10.05.2022 às 17:10 Última atualização: 10.05.2022 às 17:52

"Uma nova era começa em julho de 2023". Foi desta maneira que a EA Sports anunciou nesta terça-feira (10) que lança no próximo ano a última edição do jogo de videogame "Fifa". A empresa promete lançar a versão "mais expansiva de todos os tempos" para fechar a emblemática série. O game passará a levar o nome de EA Sports FC., findando a parceria de quase 30 anos com a entidade.

Card do Fifa 2022 com o jogador francês Kylian Mbappé
Card do Fifa 2022 com o jogador francês Kylian Mbappé Foto: EA Sports/Divulgação

"No próximo ano, EA SPORTS FC se tornará o futuro do futebol da EA SPORTS. Ao lado de nossos mais de 300 parceiros de licença em todo o esporte, estamos prontos para levar as experiências globais de futebol a novos patamares, em nome de todos os fãs de futebol em todo o mundo", publicou a desenvolvedora, em carta assinada pelo diretor-geral da produtora, Cam Weber.

Apesar da mudança, a EA Sports ressaltou que o jogo manterá a experiência do usuário, com as mesmas ligas, torneios, clubes, atletas e modos Ultimate Team, Pro Clubs e VOLTA Football. A empresa possui parcerias exclusivas com a Copa Libertadores, Premier League (liga que organiza o Campeonato Inglês), LaLiga (Campeonato Espanhol), Bundesliga (Campeonato Alemão), Serie A (Campeonato Italiano) e MLS (campeonato dos EUA).

"Nosso portfólio exclusivo de licenciamento de mais de 17.000 jogadores, mais de 700 equipes, mais de 100 estádios e 30 ligas nas quais investimos por décadas ainda estará lá, exclusivamente no EA SPORTS FC", destacou a produtora.

Uma reportagem do The New York Times revelou no último ano que a parceria da EA com a entidade máxima do futebol poderia chegar ao fim justamente porque a empresa acredita que pode oferecer uma experiência de qualidade aos jogadores mesmo sem levar o nome da Fifa. Cerca de US$ 100 milhões (R$ 513,20 milhões na cotação atual) por ano pelo acordo.

"Estamos dedicados a reinvestir significativamente no esporte e estamos empolgados em trabalhar com um número grande e crescente de parceiros para expandir novas experiências autênticas que trazem alegria, inclusão e imersão a uma comunidade global de fãs. Não vejo a hora de compartilhar mais detalhes sobre esses planos nos próximos meses."

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.