Publicidade
Cotidiano | Turismo Turismo

Fernando de Noronha reabre para turistas

Arquipélago em Pernambuco está retomando visitação turística

Por Agência Estado
Publicado em: 24.10.2020 às 03:00 Última atualização: 24.10.2020 às 10:54

Exigência de testagem para Covid na entrada e saída está entre as regras no arquipélago Foto: Vinicius de Sa Rodrigues/Adobe Stock
Fernando de Noronha, arquipélago que pertence ao Estado de Pernambuco, está retomando visitação turística. Para combater o turismo de massa, serão menos voos e, consequentemente, menos viajantes. Para controlar a propagação do novo coronavírus, visitantes terão de apresentar teste PCR na chegada e fazer outro na saída ou após cinco dias de permanência.

"Já que a pandemia passou uma régua no turismo, não podíamos perder a chance de arrumar a casa e fazer de fato um turismo sustentável", afirma Guilherme Rocha, administrador de Fernando de Noronha, cargo ligado à Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, que ele ocupa desde julho de 2018. "Fernando de Noronha só é o que é hoje por causa da preservação. Para cuidar desse patrimônio natural de todos, como foi declarado pela Unesco (em 2001), é preciso que a gente respeite as regras", diz.

Ele diz que o fechamento da ilha por causa da pandemia trouxe problemas financeiros e sociais para a população, mas é preciso aproveitar esse momento de retomada para conter o excesso de visitantes. "A gente tem de fazer da crise uma oportunidade para regularizar o turismo, que estava descontrolado antes. Noronha não precisa de 150 mil turistas por ano. Com 89 mil, a gente já vai dar a resposta econômica necessária para a ilha."

Quem quiser visitar a ilha tem que se informar sobre os procedimentos para comprovar testagem e baixar o aplicativo Covid-19 para acompanhamento pela rede pública de saúde. (AE)

 


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.