Publicidade
Esportes Seleções

Brasil é terceiro no ranking da Fifa e a seleção da Bélgica mantém liderança

Nesta sexta-feira, Tite convoca a seleção brasileira para mais dois jogos das Eliminatórias para a Copa do Catar em 2022

Publicado em: 22.10.2020 às 19:53

Tite irá divulgar, nesta sexta-feira, a lista dos convocados para a sequência das Eliminatórias Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Poucas alterações foram registradas nas primeiras colocações do ranking da Fifa do mês de outubro, revelado, nesta quinta-feira (22), pela entidade máxima do futebol. A Bélgica (1.765 pontos) mantém o primeiro lugar, seguida pela França (1.752), enquanto Brasil (1.725), Inglaterra (1.669) e Portugal (1.661) aparecem na sequência.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todos os conteúdos sobre coronavírus

Espanha (sexta, com 1.639 pontos) e Argentina (oitava, 1.636)) subiram uma colocação, superando Uruguai (sétimo, 1637) e Croácia (nona, 1.634), respectivamente. A Colômbia permanece em décimo lugar (1.631).

A seleção dinamarquesa ganhou três posições e surge em 13º lugar, enquanto a holandesa caiu duas colocações e aparece em 15º. A seleção peruana, outra representante do futebol sul-americano, é a 24ª no ranking.

A próxima atualização do ranking da Fifa será divulgada na segunda quinzena de novembro, quando serão realizadas duas rodadas da Liga das Nações, fechando a fase de grupos, e duas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar em 2022.

A seleção brasileira tem convocação marcada para esta sexta-feira (23). Na sede da CBF, o técnico Tite divulgará a lista de jogadores que enfrentarão a Venezuela e o Uruguai, nos dias 13 e 17 de novembro, respectivamente. As duas partidas são válidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.