Informe Publicitário EDUCA MAIS

Enem 2021: Inep abre período de inscrições para isentos faltosos na edição de 2020

Para esse público, as provas serão aplicadas em 9 e 16 de janeiro de 2022

Publicado em: 14.09.2021 às 17:42 Última atualização: 14.09.2021 às 17:44

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na tarde de segunda-feira (13), através o Twitter, a reabertura do prazo de inscrições para os estudantes isentos que faltaram à edição do ano passado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não justificaram a ausência. A medida será formalizada em edital complementar do Enem 2021 impresso, a ser publicado pelo Inep no Diário Oficial da União.

Preparação para o Enem 2021 Foto: Divulgação
As inscrições serão iniciadas na Página do Participante a partir das 10 horas desta terça-feira (14) e seguem até as 23h59 do próximo dia 26 de setembro. O prazo é específico para quem ganhou a isenção no Enem 2020 e não compareceu ao exame. Para esse público, as provas do Enem 2021 serão aplicadas em 9 e 16 de janeiro de 2022, juntamente com a realização do Enem para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL).

Os isentos ausentes no Enem 2020 também poderão solicitar, até 27 de setembro, atendimento especializado e tratamento pelo nome social. A aplicação das provas para os participantes que se inscreveram no período regular e já tiveram a inscrição confirmada no exame seguem mantidas nos dias 21 e 28 de novembro de 2021.

A decisão de reabrir o prazo de inscrições do Enem 2021 para esse grupo específico veio após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) determinar a reabertura do período de isenção para os isentos faltosos das provas de 2020 e que não puderam justificar a ausência, considerando o período atípico de pandemia que motivou faltas por medo da transmissão da Covid-19.

Essa é uma boa notícia para a estudante Vanessa da Silva, 20, que recebeu a isenção na edição passada, mas não compareceu por medo do crescente número de infectados pelo coronavírus na época.

“Quando as provas da edição de 2020 aconteceram, já se falava em vacina, mas não era para todos. Minha mãe tinha acabado de se recuperar do vírus e o meu maior medo era sair para fazer o exame e me infectar. Eu estudei muito durante meses, porém, priorizei a minha saúde e dos meus familiares. É ótimo saber que poderei me inscrever e solicitar a isenção para fazer o Enem nesta edição. É um sonho ingressar no ensino superior e sei que com a nota da prova isso pode acontecer”, relata a estudante que tem o sonho de fazer Engenharia de Produção.

Como será a prova do Enem 2021?

Independentemente da data de aplicação, a prova será composta da seguinte maneira:
1º dia: 45 questões de Linguagens e Códigos + Redação + 45 perguntas de Ciências Humanas
2º dia: 45 questões de Ciências da Natureza + 45 perguntas de Matemática

Os portões são abertos às 12 horas e fechados às 13 horas. Já as provas são distribuídas às 13h30 (horário de Brasília). O gabarito costuma ser divulgado em três dias úteis após o último domingo de provas. A data de resultado do Enem 2021 ainda não foi informada.

Sobre o Enem 2021

O Enem é considerado o maior vestibular o País, pois a partir da sua realização é possível ingressar no ensino superior através dos programas de incentivo educacional como o Sistema Unificado de Seleção (Sisu), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Universidade para Todos (Prouni).

Na edição de 2021 do exame, 3.109.762 pessoas já tiveram as inscrições confirmadas. Esse número corresponde ao total de participantes das duas versões do exame (impressa e digital).O Inep registrou 3.040.871 inscritos para a versão em papel. Para a modalidade digital, que teve as 101.100 vagas ofertadas preenchidas durante o período de inscrições, foram confirmados 68.891 participantes. As provas nas versões tradicional e digital serão aplicadas nas mesmas datas: 21 e 28 de novembro. Nesta edição, ambas as versões terão itens de prova iguais e mesmo tema de redação.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.