Publicidade
Notícias | Novo Hamburgo Avanço da pandemia

Emergência do Hospital Regina só atende a casos graves de Covid

Com lotação dos leitos clínicos, instituição não atenderá pacientes com sintomas leves

Publicado em: 22.02.2021 às 15:10 Última atualização: 22.02.2021 às 21:08

Hospital Regina restringiu atendimentos a cases graves na Emergência Foto: Hospital Regina/Divulgação
Com o aumento de internações por Covid-19, o Hospital Regina, de Novo Hamburgo, restringiu o atendimento a pacientes com sintomas graves da doença. Pessoas com sintomas mais leves não serão atendidas na casa de saúde, conforme decisão divulgada na tarde desta segunda-feira (22).

De acordo com comunicado, o Hospital Regina enfrenta lotação dos leitos clínicos para Covid. Atualmente, a instituição destina 23 leitos de enfermaria para pacientes com coronavírus ou suspeita. 

"Os atendimentos na Emergência, destinados para doenças respiratórias - Unidade Respiratória Integrada (URI), estão restritos aos casos graves. Pacientes com suspeita ou confirmação de COVID-19, com sintomas respiratórios leves, devem se direcionar a outros serviços de saúde. Demais casos seguem com atendimento na Emergência", diz o comunicado, que não estipula data limite para a restrição.

No fim do ano passado, o Hospital Regina enfrentou lotação da Unidade de Terapia Intensiva, onde também teve de limitar os atendimentos.

A restrição ocorre num momento onde os casos de Covid vêm aumentando de forma rápida em todo o Esatdo. Além da lotação das UTIs, os leitos clínicos para a doença também começam a se esgotar. Na manhã de hoje, o governador Eduardo Leite, afirmou estar preocupado com a situação, inédita no Estado desde o início da pandemia. 

"O que nos assusta mais é que isso (aumento das internações em UTIs) aconteceu muito rapidamente. É o que assusta mais. Em 8 de fevereiro, tínhamos 73% dos leitos ocupados. Hoje está em 86%, o maior número da pandemia. O aumento dos leitos clínicos também preocupa, pois boa parte dos pacientes em leitos clínicos vão se tornar pacientes de UTI", alertou  Leite, durante transmissão ao vivo em conjunto com prefeitos do Estado.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.