Publicidade
Notícias | País TRAGÉDIA

Menina morre após tiro acidental feito por sobrinho de apenas quatro anos

A menina, que tinha cinco anos, foi socorrida, mas morreu antes de chegar ao hospital. Na hora do disparo, segundo a Polícia, os familiares estavam na cozinha

Publicado em: 22.02.2021 às 18:20 Última atualização: 22.02.2021 às 19:00

Uma menina, de 5 anos, morreu após ser atingida por um disparo de arma de fogo acidental feito por um menino, de 4 anos, que é sobrinho da vítima. O caso aconteceu no interior de Minas Gerais. A informação foi repassada pela Polícia Militar.

O fato aconteceu na Zona Rural da cidade de João Pinheiro, a 337 quilômetros de Belo Horizonte. De acordo com o Portal UOL, as crianças estavam brincando na sala quando o menino atirou.

Na hora do ocorrido, de acordo com a Polícia, os familiares das crianças disseram que estavam na cozinha e, de repente, ouviram um barulho e correram para ver o que havia acontecido.

Ao chegarem na sala, os adultos viram a menina caída no chão, ensanguentada, e com uma perfuração no tórax. O menino estava parado segurando a garrucha.

A vítima foi socorrida na hora e encaminhada ao hospital municipal da cidade, mas chegou sem vida à casa de saúde. O corpo dela foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Paracatu, cidade que fica na mesma região.

A arma e as munições que foram encontradas na fazenda onde as crianças brincavam foram apreendidas. Ainda de acordo com os militares, o pai da menina que morreu contou que mantinha em casa uma garrucha calibre 22, que ficava guardada em uma gaveta no guarda-roupa do quarto de visitas. Ele não estava em casa na hora da tragédia e quando soube, precisou de atendimento médico.

Depois de medicado, ele foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhamento psicológico do garoto que efetuou o disparo.


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.