Publicidade
Notícias | Região Imunização

Com novas remessas, segunda dose deve ser normalizada nos próximos dias

CoronaVac prevista para junho. Com AstraZeneca e Pfizer sem atrasos, previsão é de normalização da segunda dose

Por Débora Ertel
Publicado em: 10.06.2021 às 03:00 Última atualização: 10.06.2021 às 08:46

Em Novo Hamburgo, mutirões de vacinação ocorrem em drive-thrus na Fenac Foto: Divulgação
A aplicação da segunda dose das vacinas contra a Covid-19 deve ser normalizada na região a partir da próxima semana. Até 15 de junho o Instituto Butantan vai entregar ao Ministério da Saúde nova remessa da CoronaVac. Além disso, a distribuição das vacinas AstraZeneca/Fiocruz tem obedecido ao cronograma do Plano Nacional de Imunização e até agora não gerou atraso. Para a CoronaVac, o reforço deve ser aplicado até quatro semanas depois da primeira dose. Para a Astrazeneca, 12 semanas.

Dados da Secretaria Estadual da Saúde indicavam que até terça 282.144 vacinas referentes à segunda dose não tinham sido registradas e/ou não aplicadas no RS. Destas, 216.623 eram CoronaVac, 65.513 de AstraZeneca e oito da Pfizer. Isso inclui casos em que as pessoas não buscaram a segunda dose.

Segundo a assessoria de imprensa do Butantan, em 25 de maio a instituição recebeu novo lote de ingrediente farmacêutico ativo (IFA), o que permitiu produzir mais 5 milhões de doses. Os imunizantes já passaram pelo processo de envase e, agora, estão no controle de qualidade. O Butantan também aguarda mais IFA até o fim deste mês.

O Butantan, entretanto, esclarece que lhe cabe a produção das vacinas. Já a logística de distribuição, que define a quantidade de doses entregue a cada Estado, é organizada pelo Ministério da Saúde. Em território gaúcho, chegaram a faltar mais de 430 mil doses da CoronaVac para completar o esquema vacinal.

Conforme a titular da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), Ane Beatriz Nantal, hoje deve ocorrer a distribuição de doses da Pfizer aos municípios. O Estado recebeu na terça-feira 146.250 novas doses. Além disso, o Ministério da Saúde confirmou o envio de 219,5 mil vacinas da AstraZeneca, ainda sem data de chegada. Ontem à noite a Secretaria Estadual da Saúde informou que até o final da próxima semana distribuirá 537.350 vacinas para primeira dose, incluindo Pfizer, AstraZeneca e Janssen (Johnson & Johnson).

Questionada sobre o não retorno das pessoas para tomar o reforço da AstraZeneca, Ane comenta que não há relatos de casos preocupantes junto à 1ª CRS, e que essa situação costuma ocorrer em municípios maiores. "Nos menores já se faz essa busca ativa. Não se sabe o motivo das pessoas não irem, mas alguns é por esquecimento", diz.

Vacina

O balanço da aplicação de AstraZeneca na região

Até o momento foram vacinadas 1.350 pessoas com as duas doses da AstraZeneca, sendo que a maioria recebeu a primeira aplicação em abril. Para o mês de julho, a prefeitura estima que deva aplicar 4.830 vacinas da segunda dose. Assim que os imunizantes forem enviados ao município, a população será informada.

Cerca de 220 pessoas receberam a segunda dose. Para este mês, estão programadas 70 vacinas de reforço da AstraZeneca, que já estão reservadas. Para julho, o município precisa de 2 mil doses.

O município deve aplicar 3 mil doses da AstraZeneca em julho para completar o esquema vacinal. Conforme a prefeitura, parte das vacinas está reservada e o restante deve ser enviado pelo Estado. Até agora, 480 pessoas já têm as duas doses da AstraZeneca na cidade. No entanto, entre 200 e 250 pessoas ainda não procuraram os postos para receber o reforço.

Já receberam as duas doses da AstraZeneca 351 pessoas e a prefeitura não tem reserva para a aplicação do reforço para mais de 5 mil moradores. Segundo a assessoria de imprensa, a procura pela segunda dose está abaixo do esperado. Por conta disso, a Secretaria Municipal de Saúde está entrando em contato com os pacientes para realizar agendamento.

Em Ivoti, 2.852 já receberam a segunda dose. A próxima vacinação para o reforço da AstraZeneca é em 5 de julho, para 320 pessoas, para a qual a prefeitura aguarda o envio das vacinas.

Há 876 pessoas que precisam tomar a segunda dose da AstraZeneca, com agendamentos de aplicação em julho e agosto. No entanto, as vacinas ainda não foram disponibilizadas pelo Estado.

A partir de 26 de junho, 2,8 mil pessoas devem receber a segunda dose de AstraZeneca. O município ainda não recebeu vacinas do Estado. Segundo a assessoria de imprensa, todas as pessoas que fizeram a primeira dose até agora buscaram pela segunda aplicação.

Novo Hamburgo

O Município aplicou até terça-feira 28.465 doses de primeira dose da AstraZeneca, sendo que 3.873 doses já receberam o reforço desta vacina. Por isso, ainda deverão tomar a segunda aplicação 24.592 pessoas. Um novo drive-thru de segunda dose deve ocorrer na próxima semana, já que a Secretaria Municipal de Saúde tem doses reservadas. Até o momento, 462 pessoas que tomaram a primeira dose a mais de 90 dias ainda não compareceram para receber o reforço.

A próxima aplicação da segunda dose de AstraZeneca deve ocorrer a partir de 10 de julho para 3.563 pessoas. A prefeitura aguarda recebimento das vacinas.

O município projeta para 19 de junho a aplicação da segunda dose da AstraZeneca para 1,1 mil pessoas. As vacinas já estão reservadas, segundo a prefeitura.

Já receberam segunda dose da AstraZeneca cerca de 120 pessoas. Hoje deve ser realizada a aplicação do reforço para 160 moradores.

A próxima data de aplicação da segunda dose AstraZeneca será a partir de 12 de julho e serão necessárias 734 vacinas. Conforme a assessoria de imprensa, a procura pelo reforço está dentro da perspectiva, com 2% de faltantes. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde está realizando busca ativa dessas pessoas.

O município está realizando a segunda dose da AstraZeneca nesta semana, com expectativa de concluir a aplicação nesta quinta-feira. O próximo grupo deve se vacinar a partir do dia 22 de junho. No total, 7.454 pessoas receberam a primeira dose da AstraZeneca. De acordo com a assessoria de imprensa, a procura pelo reforço desta vacina está baixa na cidade.

A aplicação do reforço de AstraZeneca está prevista para 2 de julho, com a necessidade de 300 doses, sendo que serão necessárias mais 700 doses até o final deste mês. O município não tem vacinas reservadas e aguarda entrega do Estado.

No município, a partir de 3 julho, 822 pessoas devem receber a segunda dose de AstraZeneca. Até o momento, 982 moradores já completaram o esquema de proteção com esta vacina. Segundo a prefeitura, até esta data não houve atraso no envio da AstraZeneca.

CoronaVac chegando

Até a próxima semana, Novo Hamburgo deve receber quantidade suficiente de CoronaVac para zerar a fila de pessoas que aguardam a segunda dose. A informação foi dada pela prefeita Fatima Daudt ontem à noite.

Conforme a prefeita, a Secretaria Estadual da Saúde confirmou chegada de um lote entre hoje e amanhã, e um lote maior na próxima semana, com quantidades suficientes para imunizar todos que aguardam a segunda dose.

No entanto, a prefeita não revelou a estimativa de doses que devem ser recebidas. "Como gato escaldado tem medo de água fria, estou aguardando", afirmou, em referência aos atrasos nas remessas de CoronaVac por falta do ingrediente farmacêutico ativo (IFA).

Fatima criticou a orientação do Ministério da Saúde, dada no começo da campanha de vacinação, de aplicar todas as doses com a garantia que haveria remessas regulares. "Este é um tema que me causa muita indignação."

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.