Publicidade
Opinião Opinião

Foi na Central do Brasil

Por Ivar Hartmann
Publicado em: 10.06.2021 às 06:00 Última atualização: 10.06.2021 às 09:38

Em 1964 o presidente João Goulart, crendo-se forte, guinava cada vez mais para a esquerda com o que então se chamava de Reformas de Base. Em março de 64 ocorreu uma página da história do Brasil chamada Comício da Central. Presentes soldados e sargentos.

No episódio da Revolta dos Sargentos do ano anterior, condenados pela Justiça, os sargentos tinham sido anistiados por Goulart. Lembram o que aconteceu a seguir? No comício de maio de 2021, o presidente do Brasil, agindo como Jango, aceitou no palanque oficial o general Pazuello, uma espécie de mascote dele entre os generais da ativa. Como em 1964, foi quebrado o Regulamento Disciplinar do Exército (RDE). Lá, como hoje, a disciplina castrense foi quebrada, agora com mais vigor. Mesmo com a incompetência conhecida do Pazuello, um general deve saber da transgressão que cometia. Por que foi perdoado pelo comandante do Exército?

Momentos turbulentos no País. A esquerda do Luladrão e partidos afins lutam para voltar ao poder nas eleições do ano que vem. A direita do Bolsôvid busca a reeleição. A esquerda tem a proteção de alguns ministros do STF ligados ao PT. A direita tem os fardados que trabalham no Planalto. Podem escrever que a campanha vai ser truculenta, com algum candidato a cargo menor morto no norte-nordeste. O ladrão e seus ladrõezinhos condenados pelo juiz Moro serão lembrados de forma permanente. O presidente e seus pazuellozinhos serão lembrados pelas mais de 500 mil mortes de Covid no Brasil.

E a maioria do eleitorado brasileiro, sem partido, e os eleitores de centro, em quem vão votar? Qual a liderança nacional capaz de agregar os que não querem nenhum deles? Os assessores do Luladrão e Bolsôvid estão vibrando.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.