Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião Opinião

Que susto

Por Gabriela Streb
Publicado em: 12.10.2021 às 03:00

Nesta última semana levei um enorme susto. Escutei vozes. Meu telefone tocou por diversas vezes e eu nem sabia mais ao certo como atender.

Afora aquelas ligações indesejadas de planos e de gente que deve ser xingada o dia todo nos tais call centers, eu não recebia mais qualquer ligação. Se atendo essas ligações sou muito grossa dizendo não quero, não tenho interesse, favor não ligar e tantas outras respostas nesse sentido.

Com a queda das redes sociais, tive que atender meu celular e, pasmem, as pessoas precisam conversar não por aplicativos, mensagens de texto ou gravações de voz, mas sim, presencialmente.

Primeiro fiquei indignada no meu trabalho home office. Liguei e desliguei meu celular e computador várias vezes na esperança de que reiniciando isso tudo voltaria ao normal, sendo eu a responsável pela tal indisponibilidade vendo aquela bolinha girando de forma irritante. Depois fiquei feliz ao saber que não foi minha falta de habilidade que provocou tudo isso.

Daí veio a certeza de que estamos reféns de algumas mídias. Imagine quem estruturou seus atendimentos ou vendas a partir do WhatsApp. O próprio Judiciário com o tal balcão virtual se utiliza dessa ferramenta e todos nós ficamos órfãos da conexão com o mundo virtual. Naquelas horas pouco soube da vida dos amigos virtuais. Não sei o que estavam pensando, comemorando ou comendo. Nem eu consegui postar receitas e fotos de comidas que fiz naquela manhã.

Será que conseguirei viver caso percamos esses aplicativos para sempre? Tenho lá minhas dúvidas, mas para não correr este risco baixei outros que são similares mas que prometem não serem dominados ou não me dominarem virtualmente.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.