Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião

Depois do feriado

Por Cláudio Brito
Publicado em: 13.10.2021 às 03:00

Oque se pode esperar dos próximos dias? Muito ou nada, bem assim, sem meio termo. Digo isso perguntando: houve mesmo um feriado? Se estivermos falando sobre o que rolou em Brasília, então não se pode entender que tivesse mesmo sido feriado no Distrito Federal. Deputados, senadores, magistrados e promotores seguiram no embate pela PEC 05/2021, que promete liquidar com a autonomia do Ministério Público.

Por ora, o absurdo está fora da pauta na Câmara dos Deputados, mas os que articulam sua aprovação já prometem uma retomada no andamento, que há poucos dias era com intensidade preocupante. Por conta disso, membros dos Ministérios Públicos estaduais e da República anunciam para hoje, em Porto Alegre, ato público, na sede do MP gaúcho, na Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, às 13h30.

O mote será "PEC 5 Não - A independência do MP é essencial para a Democracia", com todos os discursos, por certo, alinhados na ideia de que os parlamentares se sintam desencorajados a enfrentar a opinião da sociedade, que, amplamente, reitera sua confiança na instituição que a Constituição Federal organizou com características indispensáveis ao pleno exercício da defesa dos interesses coletivos e individuais fundamentais e indisponíveis.

Outros temas que fizeram de Brasília uma cidade sem feriadão foram os diretamente ligados aos interesses dos partidos políticos, sejam os tradicionais ou os que agora estão em fase de fundação ou de fusão. Saber quem é quem, agora, ou quem será amanhã ou depois, eis as provocações de um período pré-eleitoral muito agitado. Tudo isso ficou muito longe de um feriado de verdade.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.