Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião Opinião

Mãezona estadista

Por Delmar Backes
Publicado em: 13.10.2021 às 03:00

Uma mulher simples, humilde, estilo dona de casa mãezona, que se tornou referência e uma das lideranças políticas mais influentes do mundo. É a chanceler da Alemanha Angela Merkel, que está deixando a função.

Conseguiu construir uma Alemanha com democracia robusta e sólida, tornando-a potência da União Europeia. Nas eleições do final de setembro, os candidatos, mesmo de oposição, basearam seus planos de governo na promessa de continuidade à exitosa administração da primeira-ministra. Tornou-se respeitada por todos os chefes de estado, honesta como pessoa e gestora pública. Aliás, honestidade não é apenas não roubar, mas ser sincero nas intenções e ações e também não se colocar como solução de todos os problemas, prometendo o que sabe não ser possível realizar, apenas com o objetivo de angariar votos. Isso é extremamente desonesto!

Merkel era popular sem ser populista, tampouco "enroladora" ou envolvente. Os alemães chamavam-na de "Mutti" (mãe) pelo seu espírito humanitário e altruísta, mas que não a impedia de ser enérgica quando necessário. Nunca se preocupou em servir de modelo na política e mesmo no mundo social. Os alemães e o mundo aprenderam a admirá-la. Evitava os aparatos espetaculares que se costuma ver nas visitas de dirigentes governamentais, pois sabia conviver com igualdade. Fez o estilo dona de casa competente, que administrou o seu país com responsabilidade, sem desperdícios e olhando para o futuro.

Enfrentou problemas graves com seriedade, bom senso e capacidade de diálogo, encontrando as melhores soluções e fazendo da Alemanha um país unido. Seus conterrâneos sentirão saudades da "Mutti" e todos nós sempre a teremos como uma senhora que dignificou a política.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.