Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião

No equilíbrio do movimento

Por Suzana Kunz
Publicado em: 12.01.2022 às 03:00

Por incentivo de amigos, retomei uma alegria que me fazia saltitar na época de menina: andar de bicicleta. Nesta retomada, entretanto, tive algumas quedas que não resultaram em grandes prejuízos, mas que ocorreram em momentos em que me bateu o medo ou quando tive dúvidas sobre a manobra a realizar. Momentos de desequilíbrio. Imaginei que deve ser por conta deste medo que as crianças levam um tempinho para aprenderem a andar de bicicleta, pois precisam confiar no fato de que o equilíbrio é consequência justamente do contínuo movimento que confere estabilidade.

Assim como tudo. Até mesmo o parar é importante quando está impregnado de movimento de reflexão interna para impulsionar em direção ao próximo passo que, em continuidade, propulsiona o movimento da vida. Já notou como esta palavra "movimento" aparece no cotidiano? Na música que a gente dança ou escuta, é o movimento que embala e impulsiona as emoções. Não é à toa que as partituras musicais são marcadas por movimentos que estabelecem o grau de velocidade do compasso e que nos toca as emoções.

E o que dizer dos movimentos sociais que envolvem e engajam continentes de pessoas em direção a uma determinada ação? Na área da saúde então, nunca se proclamou tanto a importância do movimento como condição de preservação da vida plena. Passamos por um bom período que deveria ter-nos feito refletir sobre o resultado de nossos movimentos enquanto humanidade. É hora de canalizar a energia de forma ajustar o foco da rota individual e coletiva em direção ao reequilíbrio. Uma energia limpa e pura!


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.