Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião

A longa estiagem

Por Márcio Lüders
Publicado em: 13.01.2022 às 03:00

Há um problema antigo na bacia do Rio dos Sinos, onde é urgente a busca de uma solução. Todos os anos, principalmente as companhias de saneamento, fazem campanhas de conscientização que são importantes, necessárias, mas paliativas, frente a crise hídrica que piora ano após ano.

Qual a solução? A criação de um grande reservatório de água bruta e o aumento de investimentos em reutilização de água podem ajudar, ou ainda a construção de reservatórios menores próximos de cada captação. Várias possibilidades, mas a discussão admite muito mais sugestões para projetos que precisam sair do papel com urgência. Somos dependentes do rio e nos damos conta disso em períodos de dificuldade. Maltratamos o Sinos e, graças a isso, hoje ele figura como um dos piores rios do País.

Por isso o trabalho de conscientização é tão importante. A água sair da torneira ou do chuveiro em cada casa não é "mágica", é resultado de muito trabalho de equipes incansáveis como a da Comusa, que trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana e 365 dias por ano, para captar, tratar e distribuir uma água de qualidade. É um trabalho extremamente difícil, ainda mais com as condições da água do rio.

Em minha primeira passagem pela Comusa, fomos finalistas em um prêmio da ONU com um projeto bastante simples chamado "Guarde a chuva", em que a equipe socioambiental da autarquia ensina crianças sobre a importância de reservar água da chuva para utilizar nas atividades do cotidiano, como molhar a grama e lavar a calçada.

Tudo que for possível fazer para melhorar a condição do nosso rio e aumentar a capacidade de reservação deve ser feito o mais rápido possível. Água é um bem finito, não só na época de estiagem.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.