Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião

Memória de 50...

Por Ivar Hartmann
Publicado em: 13.01.2022 às 03:00

AAgência Einstein publicou estudo que o Jornal NH - o cada vez melhor jornal do Vale do Sinos - endossou em seu espaço saúde e que alegrou meu fim de semana porque foi escrito para mim e para todos os idosos. Existe uma categoria de superidosos. Isso. Super-homem, Super-Batman, Superidoso.

É o seguinte: pesquisadores de todo mundo, como exemplo o Massachusetts General Hospital, dos USA, estudam por que algumas pessoas de mais idade, que eles denominam de "superidosos", têm uma estrutura cerebral diferente da maioria dos idosos, e uma rede neural que se assemelha muito à dos mais jovens.

Sabido que nosso cérebro, base de nossa vida, ao envelhecer sofre um declínio lento e contínuo. Isso prejudica a comunicação entre os neurônios e produz danos à memória. Já escrevi aqui no NH sobre os neurônios. Sou parecido com o Bolsô: sou um expert em saúde...

O que interessa: como chego a ser um superidoso e não um dependente dos filhos? Quatro ideias fundamentais. Os superidosos têm vida ativa: exercícios físicos ao menos três vezes por semana. Aumentam a performance do corpo, mantêm o peso e controlam o Alzheimer.

Os superidosos se desafiam: estimulam diariamente o cérebro com atividades mentais. Leitura, palavras cruzadas, sudoku, leitura de assuntos novos e não familiares para sair da zona de conforto.

Os superidosos fazem amizade com facilidade: daí o exemplo é minha mãe, que morreu lúcida aos 95 anos, fazendo amizades com os novos vizinhos do edifício onde morava.

Os superidosos podem beber: esta, para mim, a grande descoberta. Chope ou vinho, com moderação, não fazem mal a ninguém! Os estudos são de idosos de 67 anos em diante. Então, nunca é tarde para aprender a reviver.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.