Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião

Proteção às crianças

Por Naasom Luciano
Publicado em: 14.01.2022 às 03:00

Avacinação das crianças de 5 a 11 anos é fundamental. Deixando divergências ideológicas de lado, a imunização dos pequenos traz benefícios múltiplos. Reduz a transmissão de Covid, previne mortes, imuniza indiretamente menores de 5 anos, professores, avós, pais, uma vez que elas são um vetor de transmissão expressivo da doença.

A rejeição à vacina por pequena parte das pessoas vem de longe, assim como as fake news. Em meados de 1904, com 1,8 mil internações devido à varíola, corria o boato de que quem se vacinava ficava com feições bovinas. Hoje, mais de um século após, vê-se comportamento parecido: "Vacina vai mudar o DNA do seu filho", "criança não precisa de vacina, quase não pega Covid". Isso difere, todavia, de todos os estudos científicos. As principais agências reguladoras já aprovaram a segurança e a eficácia da vacina. Desde o início da pandemia, 1,4 mil crianças foram diagnosticadas com a Síndrome Inflamatória Multissistêmica associada à Covid, casos evitáveis com a vacina.

As vacinas historicamente se mostraram um divisor de águas na erradicação de doenças. O Brasil, referência no mundo com o SUS, também tem sido exemplo no quesito imunização. E, agora, no momento crucial da vacinação contra o coronavírus, não pode ser diferente. Um ano atrás fizemos história ao iniciar a vacinação de adultos. Agora, vamos reforçar o destaque, imunizando os pequenos.

Só em Novo Hamburgo, há em torno de 42 mil entre 5 e 11 anos. Com a dose no braço, milhões de crianças são protegidas, e todas as pessoas em contato com elas. Está provado que a vacina funciona e é segura. Portanto, com fatos não se brinca: é hora de proteger o futuro do País.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.