Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião Opinião

A dona do mundo

Por Débora Trierweiler
Publicado em: 04.07.2022 às 03:00

Os donos do mundo têm a capacidade de dizer quem morre e quem pode viver. Dentro do nosso corpo também temos uma organela que é a dona do mundo: a mitocôndria. Ela que define qual célula morre e qual pode continuar a viver. Pelo mecanismo que ela ativa, a célula designada para morrer morre por um processo chamado apoptose.

Este processo seria parecido como a implosão de um edifício. Os explosivos são cuidadosamente colocados no prédio para que a destruição não afete os prédios vizinhos. Da mesma forma a apoptose, que é o processo normal de morte celular, implode a célula e seu lixo não polui as células vizinhas nem o ambiente onde está inserida. É acionado o processo de limpeza e os resíduos daquela célula são retirados do meio celular e expelidos do corpo naturalmente. Este é o processo de renovação celular que é constantemente acionado.

Todas as nossas células têm dentro de si um mecanismo que aciona esta apoptose. Uma hemácia, célula do sangue, dura em média 120 dias. Por isso que podemos doar sangue, pois temos esta capacidade de produção de novas células em pouco tempo. Porém, quando não doamos sangue, precisamos eliminar estas células consideradas velhas. E é aí que o mecanismo de apoptose é acionado. E quem regula este mecanismo é a organela mitocôndria. O câncer é um processo que começa na falha deste mecanismo de apoptose. A célula não sofre apoptose, ou seja, não morre, e se prolifera indefinidamente, formando ao longo do tempo o tumor.

Uma forma de ativar as mitocôndrias é através de exercícios físicos, tempero como orégano e alguns suplementos necessários para o seu bom funcionamento. E aí, vamos caminhar todos os dias? A dona do mundo precisa da sua ajuda para funcionar.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.